domingo, 7 de fevereiro de 2016

San Gimignano

San Gimignano, Itália

San Gimignano, visitando e explorando essa bela cidade medieval da Toscana, onde se destacam seus arranha-céus do século XII e XIII e o melhor sorvete do mundo.

foto de italyguidesit
Vista de San Gimignano, Toscana
San Gimignano é uma cidade da Toscana, com uma população de pouco mais de 7 mil habitantes, cujo auge se deu na idade média, quando rivalizava poder na região com Florença e Siena.

Como chegar
Se estiver de carro (veja as opções de locação na Rentalcars), chegando do norte, de Firenze para San Gimignano pela auto estrada A1, saída Certosa; pela auto estrada, pegar a estrada Firenze-Siena até Poggibonsi Nord, saída para San Gimignano. São cerca de 53 km de viagem.
Se preferir uma viagem um pouco mais longa (quase 60 km) e curtindo belas paisagens, siga pela SP125.


Clique no mapa (Mais opções) para ampliar e ver os pontos em destaque neste post sobre San Gimignano

No centro turístico de San Gimignano não é possível entrar com o carro, somente é permitido aos residentes e pessoas autorizadas. Aos turistas que se hospedarem no centro, o acesso é permitido para carga e descarga de bagagem.
Existem quatro estacionamentos bem estruturados, que cobram por hora, o N1 (Giubileo) ao lado da Piazzale Martiri Montemaggio, localizado na zona sul em frente ao portão principal, é o maior e o mais barato, e é possível estacionar mesmo sem reserva. Tem serviço de transfer, que percorre por todo centro histórico. Os outros estacionamentos são o N2 (Montemaggio), N2 (Bagnaia) e N4 (Bagnaia), zona norte, também com serviços de transfer.

Map of San Gimignano
Clique no mapa para ampliar e ver a localização dos estacionamentos e principais pontos da cidade
Há também os ônibus do município, pagando um pequeno valor, te leva para o centro histórico, e para quem for se hospedar no centro, a passagem é gratuita.
Indo de trem, saindo de Firenze, por cerca de 7,50 euros, vá até a estação Poggibonsi (12 km de San Gimignano), com baldeação. A viagem dura cerca de 1h 4min e o primeiro trem sai às 5:35, o último às 23:07, com cerca de 30 partidas por dia. Veja as opções de horários e os preços atualizados acessando o site da Raileurope ou da Trenitália.
Lá mesmo você compra o bilhete, por cerca de 2,50 euros, para o ônibus, nas lojinhas ou na revistaria. Na temporada tem ônibus a cada hora e a viagem leva entre 20 e 25 minutos. O primeiro sai às 6:05 e o último às 21:10. Para ter as informações de horários e preços atualizados, acesse o site da Tiemme.

Foto de thethqcom
Piazzale Martiri Montemaggio, ponto de chegada dos ônibus, ao lado do estacionamento N2 (Montemaggio)
Ali você pode optar por pegar um taxi, por cerca de 20 euros, e chegará em 10 minutos.
Na volta você tem que ir até a Piazza del Duomo e pegar o ônibus. Informe-se com o motorista da ida sobre os horários da volta.
Saindo de Siena, o trem também passa por Poggibonsi.
Se preferir ônibus, a mesma coisa do trem vale para ônibus. De Firenze (Via Santa Caterina, em frente a estação FS Di Santa Maria Novela), para  Poggibonsi.
A partir de Siena, em La Lizza, pegar o ônibus que passa em Poggibonsi, e depois seguir as mesmas instruções para o ônibus seguir a San Gimignano.
Também pode optar por comprar algum pacote de passeio, tipo bate-e-volta. Veja as opções no TicketBar, ou no CityDiscovery.

Foto de palazzoravizzait
Vista das torres de San Gimignano
Conhecendo a cidade
As quatorze torres que despontam no majestoso horizonte foram construídas por famílias nobres durante o século XII e XIII, quando a cidade prosperou graças a localização na rota de peregrinação do norte da Europa para Roma. Durante a idade média, foram registradas cerca de 72 torres, símbolo do poder das famílias nobres que as construíam. A peste de 1348 e o desvio no caminho dos peregrinos causaram declínio econômico da cidade mas a preservaram.
A cidade é patrimônio mundial da humanidade desde 1.990, e é a primeira cidade da província de Siena reconhecida como tal.
Atualmente apenas uma das torres, a Torre Grossa (54 m de altura), dá acesso ao Museo Cívico, está aberta para visitação, o ingresso custa 6 euros, são 360 degraus, a recompensa é a vista incrível dos campos de Chianti.

Foto de tuscanyco
Vista a partir da Torre Grossa
As vias San Matteo e San Giovanni, atravessam a cidade. No centro fica a Piazza del Duomo. Há muitas construções históricas, como o Palazzo Vecchio del Podestá (1239), cuja torre deve ser a mais antiga da cidade.

Foto de gligorescu
Via San Matteo
A Piazza della Cisterna, com um poço de água, marca o centro da cidade antiga, que parece ter saído de um livro de fábulas infantil.

San Gimignano - Itália
Piazza della Cisterna
A Igreja Collegiatta data do século XI, e seu interior está repleto de afrescos, incluindo a Criação de Bortolo di Fredi (1367) e Anunciação, de Ghirlandaio (1482).

Foto de gligorescu
Fachada da Igreja Collegiatta
Foto de blogarthistoryabroadcom
Afrescos da Igreja Collegiatta
Palazzo del Popolo, ou Palazzo Comunale, onde funciona a câmara do conselho da prefeitura desde a idade média, construído entre 1288-1323.

Foto de mikestravelguidecom
Palazzo del Popolo e a Torre Grossa
Foto de wwwsangimignanomuseiit
Pátio interno do Palazzo Comunale, que dá acesso ao Museu Cívico
Andar pelas ruelas, apreciando sua arquitetura antiga, cheias de história, belas cerâmicas coloridas, bons restaurantes.

San Gimignano, Itália
Rua típica de San Gimignano, em sua estrutura medieval
Foto de sienatourguidecom
Amostra das cerâmicas da cidade
Entre as especialidades gastronômicas estão o açafrão, salames e carne de caça (javali, faisão etc), e os queijos pecorino.

San Gimignano - Itália
Mesa típica de San Gimignano
San Gimignano - Itália
O famoso pecorino produzido na região
Não deixe de se deliciar com o mais famoso gelato, imperdível! A cidade tem gelaterias que já receberam diversos prêmios de melhor sorvete do mundo.

San Gimignano, Italy

Fotos de blogecuedu e de loveandlondoncom
Pegue a fila, vale a pena mesmo!!!
Também famoso em San Gimignano, produzido na região, considerado o melhor vinho branco da Itália, o Vernaccia di San Gimignano.

Foto de oddbacchuscom
Vinho Vernaccia di San Gimignano, considerado o melhor vinho branco da Itália
Onde ficar
Há diversas opções de hospedagem em San Gimignano e nas redondezas. Você pode escolher a mais adequada no Booking.com.
Uma sugestão é a Fattoria San Donato, que além da hospedagem, proporciona a degustação dos vinhos produzidos por eles. uma comida deliciosa, numa atmosfera bem legal.
Se estiver de carro e tiver escolhido o caminho com belas paisagens da SP125, poderá hospedar-se no Hotel Certaldo, mais requintado e nem por isso mais caro. Vale conferir.

Foto de bed-and-winecom
Sugestão de hospedagem próximo a San Gimignano
Para mais informações sobre a cidade e suas atrações, acesse o site oficial de San Gimignano, ou do Tripadvisor, se quiser ver opiniões de outros viajantes.

Quanto tempo ficar
Em geral, um dia é o suficiente para visitar as atrações da cidade. Se você quiser curtir um pouco mais o sossego, a gastronomia e enologia do lugar, aí fica a critério de cada um. Mas veja se essa foto noturna inspira...

San Gimignano, Italy
Vista noturna da Piazza della Cisterna
San Gimignano foi cenário do filme Chá com Mussolini. Mas seu charme vai mais além e a visita vale super a pena!!!

San Gimignano - Itália
Vista dos campos da Toscana desde a Rocca di Montestaffoli, San Gimignano

Arrivederci!!!


Veja também      

    Contando um pouco da cidade, como chegar, onde ficar e como explorá-la.

    Catedral Santa Maria del Fiore, explorando esse magnífico símbolo renascentista italiano.

    Basílica San Lorenzo e Capela dos Médici, apreciando suas obras e beleza.

    Piazza della Signoria, Palazzo Vecchio, Loggia dei Lanzi e Galleria degli Ufizzi.

   Explorando a belíssima região toscana