segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Se Virando em Árabe | Dicas de viagem, com dicas da língua árabe que podem facilitar sua viagem

Se Virando em Árabe

Para quem tem vontade de conhecer algum país árabe e tem medo das dificuldades de comunicação.


Photo from egypt-merl wwwpbsorg

Árabe é uma língua muito difícil e diferente para nós, e pode inibir os viajantes que pretendam conhecer os países árabes.



A sonoridade dela chega a chocar os nossos ouvidos, de tão distinta para o nosso padrão.
Naquela situação típica em que você escuta dois árabes conversando e tenta entender alguma coisa, pode ser desesperadora. Você, provavelmente, não vai entender nada. Quer experimentar? Clique no vídeo abaixo.


Conseguiu?

Pior quando a gente tentar ler algo. Parecem fleurons, desenhos, e ainda são escritos da direita para a esquerda, ou seja, no sentido contrário ao nosso. Se isso não bastasse, uma letra árabe tem 3 grafias diferentes a depender de estarem no início, meio, ou fim da palavra. Quando se pega um jornal e tenta entender alguma coisa, você percebe a dificuldade do analfabeto. Experimente novamente.
Árabe
E aí? Assusta?

Para piorar, se você quiser rodar pelos países árabes, vai perceber diferenças entre o sotaque e as formas coloquiais de usar a língua. São 22 países que têm o árabe como língua oficial. É falado por mais de 280 milhões de pessoas e é a língua litúrgica do islamismo, pois o Alcorão foi escrito em árabe.
Países de língua árabe
Os países de língua oficial árabe são: Argélia, Bahrein, Comoros, Chade, Djibuti, Egito, Eritreia, Iraque, Israel, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Mauritânia, Marrocos, Omã, Palestina, Qatar, Saara Ocidental, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Síria, Tunísia, Emirados Árabes Unidos, Iêmen.

Foto de egyptlastminutecom

Saindo das rotas turísticas, é raro encontrar alguém que fale outra língua além do árabe. E se você pensa que basta não sair do roteiro, pode se dar mal. Um descuido, um momento de distração e você pode se ver perdido em alguma das milhares de ruelas que existem pelas cidades do mundo árabe. Isso já aconteceu conosco. Por isso, sugerimos que você aprenda alguma coisa em árabe. Não é preciso muito, mas se não quiser se complicar, é bom saber o basicão.

No árabe, não dá certo contar com aquelas palavras úteis para viajantes e que são meio que internacionais, pois são bem diferentes. As únicas semelhanças com o português ou inglês que nos lembramos são o chá (tchay), ônibus (bus, como inglês), táxi (taxi).

Foto de Sahara Ralph A. Ledergerber

Pois bem, então segue um link de palavras e frases básicas em árabe, ou um cursinho rápido gratuito.
Se você achar demais, talvez saber que você será muito mais cordialmente tratado se falar algumas palavras em árabe, pois eles vibram quando você fala um simples "bom dia" (ṣabāha l-ḫair), ou um "oi" (marhaba), um tchau (maʿa s-salamah), um sim (naʿam),  um "obrigado" (šukran), e principalmente um não (lá). Se não ficou convencido, fique só com essas palavras então, ou instale o Google Tradutor no seu celular (tem que estar conectado) e ele oferece o recurso de traduzir as falas além da escrita.
Bandeira da Liga Árabe representa a língua árabe 
Você também pode comprar e levar um desses pequenos dicionários de viagem de bolso, com frases prontas. Pode ajudar bastante.
Em último caso, como por exemplo um policial parando você na estrada, ele não falando nada de inglês, nem você falando nada de árabe, e pior, sem nenhuma frase pronta para a situação e sem sinal de celular, o jeito é o famoso "mimication". É, lembrando os tempos de criança você pode conseguir se comunicar com ele. Sinais, desenhos, expressões (o corpo fala) são recursos que não devem ser desprezados. Isso já aconteceu conosco na República Tcheca e, no final, consegui entender que eu teria que comprar e colocar um selo no carro para circular pelo país. O "mimication" foi o único recurso. Aproveite e divirta-se !!

Maʿa s-salamah (Tchau)

Veja também   

 Como chegar, onde ficar, Riad Nasreen, Jemaa El-Fna, Souk, Koutoubia e mais

 Medersa Ben Youssef, Museu de Marrakech, Palais Bahia, Jardins Menara e Majorelle e mais